Web & Graphic Designer | designer@anamargaridamota.com

Um web designer faz muito mais do que apenas criar um site

Deixo-lhe aqui algumas das mais comuns relativas a estes serviços.

Web Design: o que faço?

Vamos começar pelo óbvio: um site é em simultâneo o seu cartão de visita online e um repositório de tudo aquilo que tem para oferecer.
Como tal, deve obedecer a uma série de requisitos, incluindo:

  • ser visualmente apelativo,
  • ter uma navegação intuitiva,
  • reunir a informação de forma clara, estruturada e fácil de encontrar,
  • transmitir a sua identidade,
  • ser responsivo, isto é, adaptado a qualquer dispositivo,
  • em última análise, converter utilizadores potencialmente desconhecidos, desinteressados ou indecisos em seguidores fiéis da sua marca e/ou dos seus serviços.
desktop-poleiro

É justamente para alcançar este fim que entra em cena um webdesigner.

Um webdesigner conjuga conhecimentos de programação e de design para encontrar as melhores soluções consoante as necessidades de cada cliente, sejam eles clientes em nome individual, ou pequenas, médias e grandes empresas.

E, como a web tem vindo continuamente a expandir-se e a alcançar novas possibilidades, também os conhecimentos requeridos e as responsabilidades assumidas por um webdesigner se tornam vastos e em constante atualização.

Assim, para além de pensar o conceito, o desenhar, implementar e proporcionar a melhor experiência e interatividade aos utilizadores, enquanto webdesigner desenvolvo uma ampla gama de serviços, tendo experiência na criação de sites profissionais e institucionais:

  • Posso criar um site de raiz ou redesenhar e reformular um site existente.
  • Posso criar um one page site, condensando o conteúdo num único scroll down rápido, despojado e direto, que permite ao utilizador tomar uma decisão rápida ao invés de lhe dispersar a atenção.
  • Se o seu conteúdo, porém, tiver um grau de complexidade superior, posso produzir sites com backoffice para o gerir, atualizar, dinamizar e inclusive enviar newsletters.
  • Se, mais do que informar, pretender do utilizador uma ação rápida, crio landing pages persuasivas para a sua campanha ou anúncio.
  • Trabalho igualmente na criação de lojas online, onde tudo o que uma transação precisa para decorrer com segurança, sem erros, hesitações ou desistências pode ser realizado num único espaço online com apenas alguns cliques.
  • Utilizo algumas das plataformas mais populares, de fácil utilização, que permitem uma gestão e atualização versáteis, nomeadamente a plataforma WordPress.
  • Todos os sites que crio são optimizados para os diferentes navegadores (Chrome, Firefox, Explorer…) e adaptados para os principais dispositivos (desktop, portátil, smartphone, tablet…).
tablet-mobile-jardim-economico

Mas as images valem mais que mil palavras…

Visite o meu portfólio para conhecer alguns dos projetos de webdesign que desenvolvi.

Web Design

Um designer gráfico faz muito mais do que criar coisas bonitas: resolve problemas

Design Gráfico: o que faço?

Embora possamos não nos aperceber, o design está em todo o lado. Está na forma como uma embalagem de cosmético é desenhada para preservar as características do produto ou facilitar a sua aplicação, na forma como um veículo é concebido para aumentar a sua segurança ou a rapidez com que se desloca, e em quase todas as situações da nossa vida quotidiana.

Na sua essência, o design quer resolver um problema, e quer fazê-lo da forma mais prática, funcional e utilitária possível, conjugando elementos estéticos e criativos que comuniquem uma ideia.

No caso do design gráfico, combinam-se especificamente elementos textuais, que podem ser apenas uma letra ou inúmeras palavras, e visuais, como fotografias, ilustrações, gráficos e imagens. Tanto um pequeno selo como um livro ou um mupi recorrem ao design gráfico.

cartoes-visita-gold-compass
desdobravel-interior-gold-compass

No meu caso, dentro do mundo inesgotável do design gráfico, tenho-me especializado em certo tipo de serviços. O branding e a identidade corporativa são uma das áreas, que incluem a conceção de logos e variados produtos exibindo a imagem de marca de uma empresa ou instituição, quer seja em suporte papel (envelopes, cartões de visita, papel de carta, etc.), quer seja em formato digital (assinatura digital).

Este trabalho requer uma enorme sensibilidade para a mensagem que se pretende comunicar e a condensação dessas ideias num único momento que seja rapidamente captável pelo olhar, facilmente associável à identidade da marca, e que permaneça na memória.

Numa outra escala, também me tenho dedicado à conceção de grafismos para formatos que agregam mais elementos. Estes incluem flyers, desdobráveis, folhetos, cartazes, outdoors ou mupis. A preocupação com o layout vai definir a forma como a informação é assimilada e é algo que requer uma reflexão profunda de modo a que nada escape ao observador.

O mesmo se aplica à decoração de viaturas, em que também a criatividade é posta à prova, pois a superfície a preencher pode originar inúmeras soluções.

Falando em criatividade, talvez dos trabalhos mais criativos seja a ilustração, realizada muitas vezes para integrar alguns dos formatos que já mencionei e que implica a transformação de um conceito numa imagem exemplificativa.

E não podia terminar sem referir um dos serviços que realizo e que nos últimos anos se tem transformado numa das ferramentas mais populares para veicular informação: a infografia. Os infográficos podem integrar imagens, gráficos e texto para transmitirem de forma interessante uma panorâmica de determinado tópico que deve ser apreendida rápida e claramente.

Mas as images valem mais que mil palavras…

Visite o meu portfólio para conhecer alguns dos projetos de design gráfico que desenvolvi.

Design Gráfico

Um designer editorial faz muito mais do que paginar publicações: dá fluidez à informação

Design editorial - Serviços

Design Editorial: o que faço?

O design editorial é uma área que exige a criação de composições gráficas que se destaquem e diferenciem pela forma como a informação é encadeada e apresentada. Seja na forma de livros, revistas, jornais ou nos seus correspondentes digitais, é necessário pôr em prática estratégias que vão tornar a informação mais acessível, mais agradável e fácil de assimilar.

E o design editorial não termina no que tradicionalmente pensamos como publicações. Num território cada vez mais amplo de conteúdos, formatos, canais, hábitos de publicação, de consumo e autores, abrange outro tipo de serviços que eu também disponibilizo. Entre eles incluem-se a elaboração de brochuras, catálogos, relatórios de sustentabilidade, relatórios de contas ou apresentações institucionais.

Nestes formatos, reúno e componho vários níveis de conteúdos com um cuidado e uma coerência que influenciam o modo como são percebidos. Para além de conhecimentos técnicos de design gráfico, paginação e produção de media, também integro conhecimentos de comunicação, hierarquização de informação, narrativas, hábitos e formas de leitura e tendências de consumo.

Mas as images valem mais que mil palavras…

Visite o meu portfólio para conhecer alguns dos projetos de design editorial que desenvolvi.

Design Editorial

Já partilhou?